Policiais do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam, nesta quarta-feira (12), durante cumprimento a mandados de prisões, dois acusados de matar o líder comunitário Paulo Sérgio Vieira da Silva, em Teresina.

De acordo com a polícia, os suspeitos, conhecidos como Ramon e Bin Laden foram presos na Vila da Paz e Cristo Rei, zona sul da capital.

O crime

A investigação policial identificou que, no dia 28/12/2019, por volta das 20h, uma organização criminosa realizou o monitoramento e acompanhamento da vítima Paulo Sérgio Vieira da Silva. Na ação, os acusados interceptaram a vítima, e efetuaram múltiplos disparos de arma de fogo, os quais provocaram a morte imediata da vítima. O crime foi motivado, segundo a polícia, por disputa por terreno e comando na invasão habitacional que a vítima exercia a liderança comunitária.

A prisão

As equipes policiais, em posse de ordens judiciais de mandado de busca e apreensão e mandado de prisão, realizaram o cumprimento na manhã de hoje. Com Ramon foi encontrada uma pistola calibre .40 (com numeração adulterada), 18 munições calibre .40, um colete balístico, um radio de comunicação marca Baofeng, uma máscara balaclava, uma máscara látex bruxa, farto material em invólucros plásticos contendo substâncias petrificadas análogas à crack, e R$ 2.661,00.

Fonte: R10

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui