O corpo de Miguelina Elói Assis dos Santos, mãe do carque Ronaldinho Gaúcho, será sepultado na tarde deste domingo (21/2), no Cemitério Jardim da Paz, em Porto Alegre. Ela tinha 71 anos e morreu no sábado (20/2) após ficar dois meses internada por causa de complicações da Covid-19.

Em homenagem à Miguelina, Ronaldinho e o sobrinho, Diego Assis, postaram uma imagem preta nas redes sociais na noite de sábado.

O Atlético-MG, clube pelo qual Ronaldinho conquistou a Libertadores da América, publicou uma nota de pesar. “A Família Atleticana está de luto e compartilha com seu ídolo o momento de dor. Que Deus a receba de braços abertos e conforte o coração do nosso eterno craque. Descanse em paz, Dona Miguelina”, diz um trecho do comunicado.

Alexandre Kalil, atual prefeito de Belo Horizonte e ex-presidente do Atlético, também mandou mensagens de conforto ao jogador. “Ronaldinho, meu filho, eu sei o que é perder uma mãe. Meus sentimentos neste momento tão difícil”, escreveu no Twitter.

O velório, restrito a familiares, está previsto para acontecer das 11h às 14h30 deste domingo.

Fonte: G1