Para algumas pessoas que tiveram Covid-19, o desconforto causado pela doença não tem uma data definida para acabar. Uma pesquisa realizada pelo Centro de Pesquisa de Wuhan para Diagnóstico e Tratamento de Doenças Transmissíveis, em conjunto com hospitais e academias de ciências médicas da cidade chinesa, mostrou que, após seis meses da infecção, 63% dos pacientes continuavam sentindo fadiga e fraqueza muscular e cerca de 26% dos participantes do estudo relataram dificuldades para dormir.

O levantamento dos sintomas após o coronavírus usou como base dados de 1.733 pacientes que se trataram no hospital Jinyintan, em Wuhan, entre 7 de janeiro e 29 de maio de 2020. O centro de saúde foi um dos principais locais de atendimento de pacientes com a Covid-19 logo no início da pandemia. Outros sintomas relatados pelos entrevistados foram queda de cabelo (22%) e alteração no olfato (11%).

Fonte: Metrópoles