Morreu na madrugada desta quinta-feira (13) em Bauru (SP), aos 84 anos, o professor e jurista Damásio Evangelista de Jesus. A causa da morte não foi informada.

Nascido em Cerquilho, Damásio era um dos maiores especialistas em Direito Penal do país, tendo recebido o título de doutor honoris causa pela Universidade de Estudos de Salerno, na Itália. Ele escreveu mais de 20 livros e fundou, na década de 70, um complexo educacional para estudantes de direito que leva o seu nome.

O professor está sendo velado no Centro Velatório Terra Branca, e o sepultamento foi às 16h, no cemitério Ypê.

Repercussão

A morte de Damásio jurista causou repercussão no meio jurídico, onde muitos se referiam a ele como “mestre.

“Manifesto pesar pelo falecimento do professor Damásio de Jesus. Fundador do Complexo de Ensino que leva o seu nome, Damásio deixa um enorme legado para a história do Direito Penal brasileiro, que certamente merecerá revisitação pelas gerações futuras”, escreveu o ministro do “Hoje o universo jurídico perdeu um dos maiores penalistas da história de nosso país e uma referência internacional. Professor Damásio de Jesus. O professor de tantos professores, com lições precisas e profundas de direito e de vida. Corajoso, determinado, incansável trabalhador, severo, mas sempre leal. Autêntico e sincero, optava pela verdade no lugar da bajulação. Justo e verdadeiro”, escreveu o procurador Fernando Capez, do Ministério Público de São Paulo.

Em 2016, quando Capez era presidente da Assembleia Legislativa de SP, Damásio foi homenageado com o Colar de Honra ao Mérito Legislativo, a mais alta comenda da instituição. STF Gilmar Mendes.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui